terça-feira, 10 de abril de 2018

Liga dos Povos Livres: Juan Antonio Lavalleja


O capitán JUAN ANTONIO LAVALLEJA nasceu a 26 (ou 24) de Junho de 1784, em Santa Lucia (Minas), filho de Manuel Esteban Pérez de la Valleja Gómez, espanhol de Huesca, no norte de Aragão, e de Ramona Justina de la Torre, também espanhola.

"Robusto mozo. aunque de estatura no muy aventajada", ofereceu-se voluntário a soldado desde o pronunciamento de Maio de 1810, combateu em Las Piedras, em 18 de Maio de 1811, e em 1813 era já oficial na Divisão de Manuel Francisco Artigas (1769-1862). É promovido a capitán a 1 de Abril no ano seguinte, servindo na 1.ª companhia do Regimiento de Infantería N.º 1.
A 10 de Janeiro de 1815 participou na batalha de Los Guayabos, sob a ordens de Frutuoso Rivera, em que os federalistas derrotam os centralistas, estes sob o coronel Manuel Dorrego. Esta batalha leva ao fim (temporário) do conflito  entre Artigas e Buenos Aires.

Durante a Segunda Invasión Portuguesa, com 32 anos de idade, manteve-se como o segundo no comando de Rivera na División de la Derecha, que atuou principalmente na área do leste do Uruguai, sendo-lhe dado o comando da vanguarda dessa división sempre que necessário.

Esteve na Ação de Paso de Cuello, a 19 de Março de 1817, e dias depois, comandando a vanguarda da División bate, com grande sucesso, uma força portuguesa combinada de cavalaria e caçadores em Pintado, poucas milhas a norte do passo. 
Repete uma ação semelhante (com menos sucesso) sobre a retaguarda da coluna portuguesa, na Ação de Toledo, a 5 de Maio, às vistas do próprio José Artigas que visitava então a División de la Derecha.

A 3 de Abril de 1818, é capturado por forças portuguesas do tenente Olivério Ortiz, nas margens do arroio Valentin, no que é hoje o departamento de Salto, no âmbito de uma ofensiva das forças do Rio Grande sob o tenente general Joaquim Xavier Curado.

É remetido para o Rio de Janeiro, onde fica confinado à ilhas das Cobras. Em 1821, já depois dos eventos relatados neste blogue, retorna à agora Cisplatina, servindo de novo sob Frutuoso Rivera, no Regimento dos Dragões da União, como tenente coronel.

Fontes
- SALDAÑA, Jose M. Fernandez, Diccionario Uruguayo de Biografias 1810-1940, Ed. Amerindia, Montevideu, 1945.
- Imagem de Lavalleja, no topo, possivelmente de 1810, in: Wikicommons

Leia também
- Uma caracterização das tropas orientais e sua forma de conduzir a guerra.

Sem comentários:

Publicar um comentário