quarta-feira, 11 de abril de 2018

Liga dos Povos Livres: Andrés Guaçurari y Artigas


O comandante ANDRES GUAÇURARÍ Y ARTIGAS, Guarani, nasceu em S. Tomé, a 30 de Novembro de 1778, embora alguns historiadores indicam S. Borja, do outro lado do rio. 

Ingressou nas fileiras revolucionárias de Manuel Belgrano que, em 1811, marcharam contra os realistas no Paraguay. Com Belgrano, marchou depois para a Banda Oriental, onde acaba por aderir à causa de José Artigas, sendo inclusive adotado por ele. Era um forte advogado de que todas as Missões eram o mesmo povo e deveriam ser unidas, como antes de 1801.

Em 1812 é já capitão dos Blandengues, encarregado do comando militar de Missiones. Em 1815, é governador da província de Corrientes. 

Em 1816 comanda a invasão inicial das Missões Orientais, montando cerco a S. Borja, de 21 de Setembro até inícios de Outubro. É derrotado na batalha de S. Borja, a 3 de Outubro. Mantém-se ativo em Missiones e Corrientes, defendendo contra uma invasão de Francisco das Chagas dos Santos entre Janeiro e Março de 1817. 

Em 1818, fez operações em Corrientes, não participando nas ações a oriente do Uruguai. Em 1819, retorna a Missiones e confronta-se de novo com Chagas dos Santos, onde após uma sucesso parcial . Foi capturado a 24 de Junho de 1819, no Paso de San Isidro e enviado para o Rio de Janeiro onde ficou na prisão da Ilha das Cobras.

Leia também

Batalha de São Borja (3 de Outubro de 1816) [LER]

Sem comentários:

Enviar um comentário